• Investimentos na região sisaleira
  • Novas sedes da PM e viaturas reforçam segurança no Sudoeste
  • Banner Recadastramento do Servidor

OGE

11/08/2017 18:08

Ouvidor geral ministra palestra para profissionais da FUNDAC

Com intuito de promover a qualificação dos profissionais que atuam no sistema socioeducativo da Bahia, o ouvidor geral, José Maria Dutra, ministrou, nesta sexta-feira (11), palestra sobre Comunicação Não Violenta (CNV). O evento foi promovido pela Fundação da Criança e do Adolescente (Fundac), em parceria com a Secretaria de Saúde do Estado (Sesab).

A palestra fez parte da formação “Sistema Socioeducativo e SUS: garantindo Direitos e Fortalecendo o Cuidado”, e aconteceu dentro do módulo 'Vulnerabilidades, Violências e Garantia de Direitos'. O encontro propõe a qualificação de ações estratégicas interdisciplinares já realizadas, visando promover modificações comportamentais nos adolescentes em cumprimento de medidas socioeducativas.

O ouvidor geral do Estado, José Maria Dutra, abordou a importância da conexão com o outro através da Escuta Empática e Comunicação Não Violenta. “A qualidade dos afetos provoca melhoria existencial”, afirmou. Dutra também reforçou o tema vulnerabilidade e o cuidar do outro, dando exemplos de sua vivência profissionais e pesquisas realizadas em campo.

O médico e doutor em Saúde Pública, o professor da Universidade do Estado da Bahia (UNEB), Feizi Milani falou sobre a cultura de Paz de Juventude, dando exemplos de sua vivencia em ONGS com adolescentes e jovens que viveram em situação de riscos e vulnerabilidades.

A professora do Programa de Pós- Graduação em Família na Sociedade Contemporânea e doutora em saúde pública pelo ISC-UFA, Isabel Maria Sampaio Oliveira, partilhou experiências sobre o tema “Práticas Restaurativas”. "Eu tenho esperança no ser humano, pois aquele que se olha no espelho pelos olhos do outro consegue produzir práticas restauradoras”, destacou.

“Sairei deste encontro visualizando o meu ambiente de trabalho e vida particular com outro olhar”, desabafou a Andrea Antunes, técnica da saúde do adolescente e jovem da Secretaria de Saúde (Sesab).

Para encerrar o terceiro módulo, a diretora geral da FUNDAC, Regina Affonso de Carvalho agradeceu o rico debate e ressaltou a importância do tema abordado. “A nossa missão é combater a violência através de qualificações dos nossos profissionais para atuar com jovens adolescentes”, finalizou Regina
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.