• Investimentos na região sisaleira
  • Novas sedes da PM e viaturas reforçam segurança no Sudoeste
  • Banner Recadastramento do Servidor

OGE

23/08/2017 17:08

Ouvidoria dialoga com estudantes e moradores de Fazenda Coutos

A comunidade de Fazenda Coutos, em Salvador, recebeu o projeto itinerante Ouvidoria Ativa nesta quarta-feira (23). A iniciativa busca aproximar e informar a população sobre a finalidade, o funcionamento e os canais de acesso da Rede de Ouvidorias do Estado. O encontro teve a participação de moradores da região, estudantes do Colégio Estadual Monteiro Lobato, professores e ouvidores especializados de secretárias e órgãos estaduais.

De acordo com o ouvidor-geral, José Maria Dutra, o projeto utiliza a participação popular para melhorar os serviços prestados pelo Estado. “A Ouvidoria Ativa já passou por várias localidades de Salvador e região metropolitana com o objetivo de saber como os serviços do Estado estão funcionando, em áreas como educação, saúde e segurança pública. É uma oportunidade de ouvir as críticas e elogios da população para aprimorá-la cada vez mais da gestão estadual”.

As sugestões e solicitações dos cidadãos podem fazer parte do projeto Bahia 2035, que estabelecerá uma série de metas e ações de desenvolvimento do Estado para os próximos 20 anos, como explica o ouvidor-geral. “É um projeto que trabalha no planejamento de ações estruturantes. Portanto, é importante conhecer as principais necessidades dos bairros e das pessoas que vivem diariamente a realidade desses lugares. A Ouvidoria se torna um instrumento muito valioso nesse sentido”, explica Dutra.

Aproximação com jovens

Durante as visitas, a Ouvidoria Ativa promove um momento em que estudantes da rede estadual de ensino aprendem sobre as ações do órgão. Para o diretor da Escola Estadual Monteiro Lobato, Agildo Costa, a ação “é uma chance de estimular que esses jovens sejam introduzidos em uma cultura política. E isso pode acontecer apenas através de uma melhor compreensão de como o Estado funciona. Pra esses jovens, é uma oportunidade única de desenvolvimento".

O estudante Bruno de Almeida, 19 anos, não conhecia algumas das ações promovidas pelas ouvidorias. “É muito legal saber de toda essa rede e foi muito bacana a maneira como ela nos foi apresentada. São os nossos direitos e, quanto mais esse conhecimento for passado adiante, melhor para nós mesmos. O Estado abre espaço para que possamos comentar e atuar em nosso serviço”.

Programação


O projeto faz parte do conjunto de ações que comemoram os 15 anos da Ouvidoria Ativa. A ação já aconteceu nos bairros de San Martin, Uruguai, Saboeiro, Santo Inácio, 2 de Julho, São Gonçalo e Curuzu, além dos municípios de Feira de Santana, Macaúbas e Lauro de Freitas.

O próximo local a receber a iniciativa é a Associação Beneficente dos Moradores do Bairro de Nova Esperança (Abene), localizada na Rua Castro Alves, em Salvador, no dia 29.

Repórter: Tácio Santos
Fotos: Elói Côrrea
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.