• Investimentos na região sisaleira
  • Novas sedes da PM e viaturas reforçam segurança no Sudoeste
  • Banner Recadastramento do Servidor

OGE

29/08/2017 16:08

Ouvidoria Ativa amplia presença do Governo do Estado no bairro de Nova Esperança

O bairro de Nova Esperança, em Salvador, recebeu na manhã desta terça-feira (29) o projeto Ouvidoria Ativa, que visa informar a população sobre a finalidade, o funcionamento e os canais de acesso da Rede de Ouvidorias do Estado. O encontro aconteceu na Associação Beneficente dos Moradores do Bairro de Nova Esperança (Abene), reunindo estudantes, professores, lideranças comunitárias e moradores.

A ação ampliou a participação social na comunidade para a qualidade dos serviços públicos prestados pelo Governo do Estado, que já desenvolve no local ações como as obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC I) e cursos profissionalizantes, ambos executados pela Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (Conder), vinculado à Secretaria Estadual de Desenvolvimento Urbano (Sedur).

Depois da entrega das residências nos loteamentos Barro Duro I e BA 526 (rodovia CIA-Aeroporto), que beneficiaram 197 famílias, como parte do projeto de urbanização integrada de Nova Esperança, as principais reivindicações da comunidade são referentes às áreas de mobilidade urbana e educação. “Esse atendimento é uma grande oportunidade para a comunidade ser ouvida pelo Governo do Estado, para que nossas necessidades sobre transporte, por exemplo, sejam atendidas”, disse Carla Ribeiro, moradora do bairro da Ceasa.

Para o presidente da Abene, Osvaldo Santos, que solicitou o serviço da OGE na comunidade, a ação aproximou mais ainda o cidadão do Governo do Estado. “A população conheceu como pode encaminhar suas demandas para as secretarias e órgãos competentes. Acho que a comunidade ganhou muito hoje”.

A responsável pelo trabalho social desenvolvido pela Conder no bairro, Valéria Ribeiro, destacou que o projeto Ouvidoria Ativa fortaleceu a escuta já realizada pelo Governo Estadual. “Além da Conder, os moradores poderão obter respostas sobre outros serviços oferecidos pelo Estado, através da Ouvidoria Geral”, comentou a assistente social.

15 anos OGE

De acordo com o ouvidor-adjunto, Valdenor Cardoso, o Ouvidoria Ativa "promove essa participação popular justamente para levar as principais necessidades dos bairros para que o Governo Estadual possa fazer um trabalho eficaz no que se refere ao atendimento das demandas de cada comunidade. A Ouvidoria se torna um instrumento muito valioso nesse sentido”.

As sugestões e solicitações dos cidadãos registradas na Ouvidoria Geral do Estado podem fazer parte do projeto Bahia 2035, que estabelecerá uma série de metas e ações de desenvolvimento do Estado para os próximos 20 anos.

O projeto faz parte do conjunto de ações que marcam os 15 anos da OGE, celebrados em 2017, e já aconteceu nos bairros de Fazenda Coutos, San Martin, Uruguai, Saboeiro, Santo Inácio, 2 de Julho, São Gonçalo e Curuzu, além dos municípios de Feira de Santana, Macaúbas e Lauro de Freitas.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.