• Programa Primeiro Emprego

OGE

29/03/2018 17:03

Formação para ouvidores do NTE conta com participação da OGE

Papel da ouvidoria pública, direito ao acesso à informação, uso do Sistema TAG e a Escuta Empática como metodologia para qualidade do diálogo com o cidadão foram os assuntos apresentados pela Ouvidoria Geral do Estado (OGE) aos ouvidores dos 27 Núcleos Territoriais de Educação (NTE) do Estado.

A apresentação da OGE fez parte da formação dos profissionais, vinculados à Secretaria de Educação do Estado (SEC), realizada nos dias 27 e 28/03, no Instituto Anísio Teixeira (IAT). O objetivo foi promover a qualidade do atendimento de ouvidoria prestado pelo NTE aos cidadãos.

Dividida em dois eixos, a formação contou com a participação de 27 técnicos de ouvidoria. A assessora jurídica da OGE, Lívia Cantu, ressaltou orientações da Lei de Acesso à Informação (12.618/2012), que preconiza no Estado a transparência pública e controle qualitativo. “A LAI é uma marco para a qualidade dos serviços públicos prestados. A aplicação da Lei, além de garantir o direito de acesso à informação, impacta diretamente na qualidade da gestão pública”, explicou Lívia.

A Escuta Empática também foi apresentada ao grupo como modelo de gestão da OGE que amplia e qualifica o diálogo entre o Governo e cidadão. “A empatia é fundamental no atendimento ao cidadão, visando a melhor compreensão da sua necessidade em relação ao serviço público do qual ele está realizando a manifestação”, destacou Lívia.

No segundo dia do curso, foi apresentado o uso do Sistema TAG, que responsável pelo registro e gerenciamento das demandas da sociedade ao Governo. O técnico da Coordenação da Rede de Ouvidorias Especializadas (Coep/OGE), Silvanei Santos, destacou “Quanto melhor aprimorarmos o nosso atendimento, melhor será a satisfação do manifestante”.

Formação NTE

Para a técnica do NTE de Santa Maria da Vitória, Taís Nunes, a formação é importante para o qualidade do atendimento de ouvidoria no Estado “As demandas apresentadas aprimoram o nosso trabalho e são fundamentais para a qualidade do serviço de ouvidoria”, finalizou.

A formação dos técnicos de ouvidoria dos NTE ocorre anualmente sob a direção da Ouvidoria Geral do Estado, a Coordenação de Articulações dos NTE e a ouvidoria da SEC. “Esse é um momento oportuno para revisar os nossos conceitos e planejar novas ações para melhor servir o cidadão”, encerrou o ouvidor da SEC, Francisco Neto.


Arquivo anexado:

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.