OGE

11/07/2018 11:07

OGE registra aumento das manifestações no primeiro semestre do ano

A Ouvidoria Geral do Estado (OGE), vinculada à Secretaria de Comunicação Social (Secom), registrou aumento de 20,82% no número de manifestações em relação ao primeiro semestre de 2017. No total, foram mais de 156 mil manifestações referentes à prestação dos serviços públicos do Estado, dos quais 98,91% já foram respondidos e 85,19% no mesmo dia. Pedidos de informação foram os itens mais demandados do período.

Entre as manifestações, 82,71% foram classificados como pedidos de informação, 11,29% representa reclamações, seguido por elogio (2,40%), solicitação (2,08%), denúncia (1,36%), e sugestão (0,13%).

O 0800 é o principal meio de contato utilizado pelos cidadãos para dialogar com a Ouvidoria Geral, com 86,09%. Na sequência aparecem a internet, com 6,57%, WhatsApp (1,93%), e-mail (1,71%) e pesquisa de satisfação (1,54%). Os cidadãos comuns realizaram 55,01% dos registros, seguidos dos servidores públicos 37,29% e pessoa jurídica (4,92%).

As Ouvidorias da Secretaria da Administração (Saeb), Secretaria de Educação (Sec), OGE, Secretaria de Infraestrutura Hídrica e Saneamento (SIHS) e Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE) foram mais demandadas do período. Salvador, Feira de Santana, Lauro de Freitas e Vitória da Conquista são as cidades que mais utilizaram o serviço de ouvidoria do Governo do Estado.

No período, o órgão também realizou pesquisa de satisfação com 1.234 cidadãos para avaliar o grau de satisfação do atendimento. De acordo com os dados, 62,0% dos entrevistados informaram que ficaram satisfeitos com o atendimento da OGE.

SAC Digital

Desde o dia 6 de julho, os cidadãos podem registrar e consultar as manifestações (reclamações, denúncias, pedidos de informação, sugestões, solicitações e elogios) referentes aos serviços públicos do Estado através do portal e aplicativo SAC Digital. SAC DIGITAL

Os serviços podem ser acessados através do endereço www.sacdigital.ba.gov.br ou baixando o App SAC Digital. Para isso, é necessário realizar um cadastro através do CPF e da criação de uma senha pessoal, com exceção para registro de manifestações anônimas.


 
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.