• Bahia estado voluntário
  • Bahia estado voluntário
  • Banner Racismo
  • Transparencia Covd

OGE

01/04/2021 10:04

Ouvidoria Geral do Estado da Bahia utiliza redes sociais para atender à comunidade Escolar

A Ouvidoria Geral do Estado da Bahia (OGE) ampliou os canais de comunicação para atender as demandas da comunidade escolar. A ação faz parte de uma parceria com a Secretaria da Educação do Estado (SEC), que busca atender os estudantes, professores e servidores que tiverem dúvidas sobre o vale-alimentação estudantil, o programa de monitoria Mais Estudo e a Bolsa Presença, programa recém lançado pelo governador Rui Costa, que concederá R$ 150 por família de estudante em condição de vulnerabilidade socioeconômica e com cadastro no CAD Único. 

O atendimento é realizado de segunda à sexta, das 7h30 às 17h30  por meio do telefone 0800 284 0011, das contas do Instagram (@ouvidoriageralbahia), do Facebook (@ouvidoriageraldabahia) e do e-mail ouvidoria@educacao.ba.gov.br.  Além destes canais, a comunidade escolar pode entrar em contato através do e-mail da  ouvidoria@educacao.ba.gov.br, portal da Educação (educacao. ba.gov.br/falecomouvidoria), ou pelo site oficial da ouvidoria,  www.ouvidoriageral.ba.gov.br, que é possível fazer o registro mediante o preenchimento de formulário e obter o acompanhamento da demanda.

Para o ouvidor geral do Estado, Valdernor Cardoso, o atendimento virtual irá beneficiar todas as cidades baianas. “Temos uma equipe preparada para dinamizar os atendimentos. As redes sociais têm recebido um grande volume de registros sobre todos os programas lançado pelo Governo”, ressalta Valdenor.

Mais Estudo

Segundo o  ouvidor da Educação, Francisco Neto, Francisco,  a Ouvidoria da Educação é um instrumento de participação e controle social, bem como uma ferramenta de gestão, e que as redes sociais agregam valor a este trabalho desenvolvido. “Neste momento de ensino remoto, resolvemos ampliar ainda mais os nossos leques de canais, facilitando o acesso do estudante ao órgão para que, assim, eles possam enviar as suas dúvidas e serem respondidos de imediato. E como os jovens estão mais ligados ao Instagram e Facebook, resolvemos usar também essas redes sociais da Ouvidoria Geral do Estado”,afirma Neto.

 

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.